Nota de esclarecimento da Família Secchi

1

Tendo em vista os recentes comentários maliciosos e levianos que foram feitos envolvendo a nossa família, vimos, por meio desta, expor o seguinte:

Assim como os demais participantes classificados na primeira fase do edital 35/2017 da CODEVASF, por preencher perfeitamente a todos os requisitos do certame, decidimos nos inscrever para concorrer a um lote no projeto pontal. Todas as informações que fornecemos no procedimento são verídicas, sendo a nossa pontuação obtida correspondente à realidade, como preconiza o edital: renda familiar, experiência no meio rural, nível superior etc. Participamos do certame de maneira normal, como todos os demais, pegando senha, aguardando horas na fila, e sem qualquer tipo de diferenciação.

É importante ressaltar que nossa vida inteira foi de dedicação ao campo, filhos e esposas de agricultor, trabalhando na propriedade de nossos familiares, tanto em área de sequeiro quanto na fruticultura irrigada. Quem conhece nossa história, de onde viemos, da roça, sabe que tudo construído foi com muito esforço e dedicação, sem qualquer benefício ou vantagem política ou de qualquer natureza imoral.

A real intenção dos que agora, por oportunismo, nos difamam é de tentar fazer uma oposição baixa e barata ao prefeito do município, que nada tem a ver com nossa inscrição nem com o processo licitatório em questão. Entretanto, como sabemos que os comentários maldosos e levianos continuariam, optamos por não dar continuidade à nossa participação no processo de seleção, que ainda contaria com mais duas fases. Desistimos de um direito porque, tão importante quanto o sonho de produzir, gerar empregos e fertilidade para nossa terra, é a nossa história e dignidade. Desejamos que o Pontal prospere e que os contemplados façam daquela terra mais um local de riqueza e prosperidade.

Aos que nos estão proferindo ofensas pessoais, alertamos que não vamos hesitar em adotar as medidas judiciais cabíveis. Sobre os que estão espalhando mentiras de forma anônima, salientamos que a estes que nem coragem tem para se identificar, não se pode dar credibilidade. Lamentamos que esse debate desnecessário tenha se criado, mas nossa família continuará de cabeça erguida e disposta a produzir. Somos trabalhadores decentes, não queremos vantagem alguma, só exigimos respeito.

1 Comentário

  1. Antonio

    22 de maio de 2018 em 17:27

    Me desculpe a família secchi mas é com muita estranheza ver sogra, mulher e irmã ganhando lotes, não diria tanto se fosse só uma pessoa mas três de vez é demais. Vi edenevaldo o senhor falando que é desrespeitoso o que estão fazendo com a família secchi, mas edenevaldo eu acho mais desrespeitoso ainda é ter tirado toda aquelas famílias do seu lar do seu ganha pão.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Confira as vagas de emprego disponíveis na agência do trabalho de Petrolina para essa segunda-feira (22)

 RELAÇÃO DAS VAGAS 22/10/2018 VAGAS FUNÇÃO ESCOLARIDADE EXPERIÊNCIA OBSERVAÇÕES 01 Assiste…