Municípios vão poder licitar próprias creches com recursos do FNDE

0

creche

Municípios e o Distrito Federal vão poder licitar as próprias creches e receber recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A meta do governo é atender 50% das crianças com até três anos no país até 2024. Atualmente, são atendidas 27,9% delas. Segundo o FNDE, problemas com a contratação de empresas por Registro de Preços Nacional, cujas atas expiraram no ano passado, motivaram a autarquia a abrir a exceção.

No país, 1,6 mil creches têm o termo de compromisso, mas não foram contratadas junto às construtoras que participaram do registro de preços. “As empresas que ganharam não cumpriram os contratos. O dinheiro está parado com as prefeituras. As pessoas e as cidades precisam dessas obras”, disse a presidenta da União Nacional de Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Cleuza Repulho, à agência Brasil.

De acordo com o FNDE, R$ 1,3 bilhão estão reservados às creches e parte já foi transferida às prefeituras. Cleuza explica ainda que o registro de preços foi feito para cheches pré-moldadas, que demorariam cerca de sete meses para ficar prontas. As novas licitações podem não seguir esse modelo e demorar ainda mais para finalizar as construções.

Para facilitar a contratação e a construção, o FNDE disponibilizou, nesta segunda-feira (18), os projetos das creches e informações detalhadas sobre a reformulação no portal do Simec. Estão disponíveis, além dos projetos existentes, dois novos modelos, para atender “a necessidade de cada local”. A partir desta terça-feira (19), os municípios poderão optar pela mudança de suas creches. Situações específicas de cada cidade poderão ser tratadas diretamente com o FNDE. (Fonte: Folha)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Homens em carro clonado conseguem fugir, após troca de tiros com a PRF em Salgueiro (PE)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou um carro com placas clonadas na noite do domi…