Mulheres realizaram ato simbólico contra o machismo em Petrolina

0

movimento

No sétimo dia desde o feminicídio de Rosilene do Rio, residente morta pelo ex-companheiro na Universidade Federal do Vale do São Francisco,  a Marcha Mundial das Mulheres (Núcleo Sertão), o setor de mulheres do Levante Popular da Juventude e a Associação de Mulheres Rendeiras do bairro José e Maria de Petrolina, realizaram um ato de renomeio´simbólico do R.U (recentemente inaugurado) da UNIVASF de Petrolina para ‘R.U Rosilene Ramos do Rio”.

Os participantes do movimento gritavam:

 

Rosilene foi mais uma vítima do machismo, e não será esquecida por nós.
Rosilene do Rio…
Presente! Presente! Presente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Inscrições do concurso de ‘Ruas Ornamentadas’ seguem até a próxima semana em Petrolina

As concorrentes no ‘Concurso de Ruas Ornamentadas’ da Prefeitura de Petrolina devem usar e…