MPPE recomenda que Câmara Municipal de Cabrobó realize concurso para cargos efetivos

0

Devido ao alto quantitativo de servidores temporários na Câmara de Vereadores de Cabrobó, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou ao presidente da casa, vereador Ramsés Sobreira, que elabore, em 60 dias, uma proposta de reestruturação dos cargos e funções atualmente existentes. Essa proposta deverá embasar a realização de concurso público para o provimento de vagas.

Além de elaborar essa proposta, o Poder Legislativo deverá informar ao MPPE, no prazo de 30 dias, o número de cargos efetivos, comissionados e funções gratificadas, bem como a descrição das atividades desempenhadas pelos ocupantes dos cargos.

De acordo com a promotora de Justiça Gabriela Tavares Almeida, o Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco apontou, em relatório de auditoria, que no quadro funcional da Câmara de Cabrobó existem 25 servidores comissionados e apenas quatro efetivos. “Sugere-se que seda determinado um prazo para a substituição dos servidores não efetivos por efetivos, mediante a realização de concurso público”, observou a promotora.

O sistema constitucional prevê como regra “a investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei, ressalvada as nomeações para cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração”, assim com diz o artigo 37, II, da Constituição Federal. No entanto, não há notícia de nenhum concurso público para sanar a irregularidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Policiais militares do 2ºBIEsp prendem homem com entorpecente no bairro João de Deus em Petrolina

No final de semana viaturas do 2ºBIEsp que estavam realizando rondas no bairro João de Deu…