Mortes em rodovias da Bahia passam de 1 para 11 no período de São João

0

estrada

Onze pessoas morreram nas estradas estaduais na Bahia durante os sete dias da “Operação São João”, segundo balanço da Polícia Militar (PM) divulgado nesta quinta-feira (25). A ação especial teve início na sexta (19) e durou até a manhã desta quinta. Os dados revelam que o número de vítimas fatais cresceu em comparação ao período junino de 2014, quando uma pessoa morreu.

Das mortes em 2015, sete foram resultado de colisões, uma de capotamento, uma vítima após atropelo de animal, outra de atropelamento e uma após cair numa ribanceira. Ao todo, o período somou 75 acidentes, com 56 pessoas feridas, 35 lesões leves. O balanço apontou que 7.641 mil abordagens foram realizadas nesses sete dias de fiscalização.

Ds veículos abordados, 1.948 foram autuados e 67 retidos, informou a PM. Além disso, a polícia recolheu 21 Carteiras Nacional de Habilitação (CNHs) e também 78 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV).

Segundo a PM, neste ano, houve aumento no número de abordagens a veículos em 134,74% e no de notificações de veículos em 158,35%, comparando ao mesmo período do ano passado. A PM informou ainda que 11.371 pessoas foram abordadas, e uma delas foi encaminhada para a delegacia, suspeita de dirigir sob efeito de bebida alcoólica, o que foi constatado em exame.O condutor transitava na BA-409, no trecho entre as cidades de Serrinha e Conceição do Coité.

Ainda de acordo com a polícia, outras sete pessoas foram conduzidas a delegacias. Entre elas, uma adolescente, apreendida por tráfico de drogas; um homicida com mandado de prisão em aberto e flagrado com pistola calibre 40. Além disso, foram lavrados termos circunstanciados e prisões por porte ilegal de armas, embriaguez ao volante, falsificação de placa de identificação de veículo e tráfico de drogas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Em Brasília, prefeito Wilker Torres busca recurso para acabar com racionamento de água em Casa Nova

Uma rede de distribuição com quase 50 anos de existência, que não atende a demanda, baixa …