Missa póstuma em memória e homenagem à ex-deputada Isabel Cristina é marcada pela emoção

0

missa

Foi realizada na noite desta quarta-feira (29) na Igreja Matriz, em Petrolina, a missa póstuma em memória e homenagem à ex-deputada Isabel Cristina, morta na semana passada.

O momento marcado pela emoção lembrou o aniversário de 63 anos de Isabel que costumava celebrar com a família e amigos.

A celebração presidida pelo Padre Antônio Moreno contou com a presença de nomes importante do PT no estado como o presidente do partido em Pernambuco, Bruno Ribeiro; deputada estadual Teresa Leitão, de Dilson Peixoto, assessor do especial do senador Humberto Costa, além de lideranças do PT local e de cidades vizinhas.

A vereadora Cristina Costa (PT) disse que Isabel deixa “o exemplo de politica honesta e comprometida com os mais pobres, necessitados, injustiçados e trabalhadores sempre na politica coletiva e nunca pensou no lado pessoal, esse será o seu modelo deixado para todos nós.  Seu legado nos honra e orgulha”, enfatizou a vereadora.

A ex-deputada Isabel Cristina de Oliveira, faleceu no dia 22 de junho, no Hospital Neurocárdio, em Petrolina depois de lutar contra o câncer de mama.

Natural de Araçatuba, em São Paulo, firmou-se no Sertão Pernambucano, onde foi professora, filiou-se ao Partido dos Trabalhadores em Petrolina e se elegeu vereadora, vice-prefeita e deputada estadual. Isabel completaria 63 anos nesta quarta-feira, (29).

Isabel Cristina foi duas vezes vereadora de Petrolina. Em 2000, foi eleita vice-prefeita do município, função que cumpriu por dois anos. No primeiro governo Lula (PT) na Presidência da República, a petista assumiu a superintendência da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), uma das principais autarquias federais no Nordeste.

Após o trabalho na Codevasf, Isabel exerceu dois mandatos na Assembleia Legislativa. “Essa decisão demonstra a dimensão da importância que a coligação ‘Pernambuco Vai Mais Longe’ dá para a questão da interiorização do desenvolvimento. Com a indicação de pessoas do Sertão e do Agreste para as suplências do Senado, a população do Interior do Estado vai se ver presente na chapa”, declarou Isabel Cristina na época.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também