Miguel Coelho defende construção de matadouro público para ovinos e caprinos em Dormentes-PE

0

coelho

Criadores e produtores de vários municípios do Sertão se reuniram em Dormentes, nesta sexta-feira (23), para discutir propostas para o fortalecimento da ovinocaprinocultura e soluções para o enfrentamento da seca na região. O debate foi promovido numa audiência pública da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa durante a abertura da 10ª Caprishow, maior feira de ovinos e caprinos do estado.

Entre as propostas discutidas, a construção de um matadouro público foi a maior reivindicação dos criadores de Dormentes. O pedido será levado ao Governo do Estado pelo presidente da Comissão, o deputado estadual Miguel Coelho (PSB). “Dormentes tem capacidade de abater mais de 2 mil animais por mês. Vamos levar esse assunto ao IPA (Empresa Pernambucana de Pesquisa Agropecuária) e à Adagro (Agência de Defesa Agropecuária de Pernanmbuco)”, garantiu o socialista.

Dois especialistas em ovinocaprinocultura participaram da audiência e orientaram os criadores sobre o tema. O veterinário Pedro Marinho defendeu a importância do matadouro para o fortalecimento da produção em Dormentes. “Nós temos produtos, temos criadores que sabem trabalhar com a atividade, mas falta organização da cadeia produtiva, desde o nascimento até o abate desse animal.”

O evento teve a presença de prefeitos e vereadores da região, além de representantes do Ministério da Agricultura e da Secretaria de Agricultura do Estado. Atualmente, segundo a Adagro, existem cerca 5 milhões de ovinos e caprinos em Pernambuco. Apesar do número ser relevante, nos últimos quatro anos, a estiagem causou milhares de mortes e redução da taxa de natalidade dos animais, causando um prejuízo estimado em R$ 50 milhões aos criadores. (Foto: André Santos).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também