Mais de 19 filmes serão exibidos gratuitamente na Mostra de Cinema em Petrolina

0

Começa hoje (13), a Mostra Sesc de Cinema em Petrolina. Após uma seleção que premiou trabalhos de todo o país, a cidade exibe até quarta-feira (15) gratuitamente as obras que participaram da primeira edição do festival, do biênio 2016/2017. Ao todo, 19 filmes, sendo 17 curtas-metragens e dois longas-metragens, serão exibidos no Cine Teatro Dona Amélia, com sessões às 14h e às 19h. A programação completa está disponível no site do Sesc Pernambuco.

O programa está dividido em filmes infatojuvenis e adulto: “Do universo infantojuvenil”, “Das dores da alma e do corpo I e II”, “Dos afetos”, “Dos processos criativos e dos artistas” e “Das questões urbanas”. Todos os dias serão exibidas produções do Universo Infanto Juvenil: “Astrogildo e a astronave”, “O melhor som do mundo”, “O menino do dente de ouro”, “O chá do general”, “Meu tio que me disse”, “Lipe, o avô e o mostro” e “Parque pesadelo”.

A mostra dos filmes em Pernambuco teve início no dia 7 desse mês, em Garanhuns. Depois, de Petrolina, será a vez de Caruaru, no Agreste, e Arcoverde, no Sertão, que promovem as exibições simultaneamente, entre os dias 20 e 24. Já no Recife,a mostra acontece na unidade de Casa Amarela, de 21 a 25 de novembro.Por fim, a mostra chega a Goiana, na Mata Norte, entre os dias 4 e 8 de dezembro.

Mostra nacional

Com o objetivo de incentivar a produção cinematográfica brasileira que não chega ao circuito comercial de exibição, a primeira edição da Mostra Sesc de Cinema selecionou 34 filmes brasileiros entre o segundo semestre de 2016 e o primeiro semestre deste ano. Além de poder ser exibidos em unidades do Sesc em todo o país, os participantes disputaram as categorias de Melhor Filme, Roteiro, Direção de Arte, Direção de Fotografia, Direção de Elenco, Direção de Ficção, Direção de Documentário, Montagem e Desenho de Som. Ao todo, 1.250 obras foram inscritas.

Entre os principais destaques que serão exibidos na etapa nacional da mostra, estão os curtas “Enzo”, gravado em Anápolis (GO), que levou o prêmio de Melhor Montagem; “Levino”, de Brasília, vencedor na categoria Roteiro; e o paraibano “Ilha”, que ganhou três prêmios por Direção de Fotografia, Direção de Elenco e Direção de Ficção. Já entre os longas, há títulos como “Limpam com fogo” (São Paulo, Direção de Documentário) e “Em 97 era assim” (Rio Grande do Sul, Direção de Elenco na etapa estadual).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Tratamento para câncer de próstata ganha medicamento inédito

A Anvisa publicou nesta segunda-feira (20) o registro do medicamento genérico acetato de a…