Lula: Brasil mostrou que “é possível superar a fome”

0

lula8

O ex-presidente Lula comemorou neste sábado 6, em Roma, a vitória do Brasil contra a fome por meio de programas sociais implementados durante seu governo. Ele abriu a 39º Conferência da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), da qual também participam o presidente da Itália, Sergio Mattarella, a presidente do Chile, Michelle Bachelet, o presidente do Mali, Ibrahim Keita, além de representantes dos 194 países membros da organização.

Segundo Lula, o Brasil deu o exemplo de que “é possível superar a fome”. O “segredo”, disse o ex-presidente, está na combinação do Bolsa Família, programa de seu governo, com outras ações sociais, como programas na área da saúde, apoio a pequenos agricultores, valorização de salários e criação de emprego. “A renda básica é um direito de todos os cidadãos, um direito conquistado por todos aqueles que foram sempre esquecidos em meu país”, declarou.

Lula apresentou o Bolsa Família aos participantes da conferência e ressaltou que “o Brasil conseguiu atender 54 milhões de pessoas que não comiam nem as calorias nem as proteínas necessárias para viver”, “sem ter gastado muito”. Possível candidato à presidência em 2018, o petista criticou setores da imprensa e da sociedade brasileira que tiveram preconceito contra as políticas sociais. “Eu nunca pensei que dar comida aos pobres causasse tanta indignação”, disse.

O ex-presidente também homenageou em sua fala três pessoas pelo papel que tiveram no combate à fome no Brasil: José Graziano, diretor-geral da FAO, reeleito ao cargo na conferência realizada neste sábado; Patrus Ananias, ex-ministro de Desenvolvimento Social e Combate à Fome e atual ministro do Desenvolvimento Agrário, e a ministra do Desenvolvimento Social Tereza Campello, que também estão na Itália.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Joaquim Barbosa é saída para o PSB manter a unidade no discurso em 11 estados, inclusive em Pernambuco

Enquanto parte do PSB se movimenta para se reaproximar do PT e ter Luiz Inácio Lula da Sil…