Livro-reportagem produzido por jornalista da UNEB discute violência sexual em Petrolina

0

Uma obra criada para instigar a sociedade a pensar no problema da violência sexual. Esse é “Silêncios que ecoam: corpos, dinâmica e campo gravitacional da Cultura do Estupro”, da escritora e jornalista graduada na Universidade do Estado da Bahia (UNEB) Juazeiro, Dayane Késia.

O livro é resultado do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) da jornalista em 2017 e busca relatar as histórias de vida de três homens, que, mesmo estando atrás das grades, continuam tirando a liberdade de suas vítimas; em paralelo, a vida de três mulheres livres, que se encontram presas às duras lembranças de um crime.

Além dos relatos de agressores e vítimas, a obra ainda conta com abordagens jurídicas, sócias, históricas e psicológicas sobre o tema. “Silêncios que ecoam” está em pré-venda pela Letramento, de Minas Gerais até o dia 20 de setembro, no site oficial da editora (http://grupoeditorialletramento.com/shop/pre-venda-silencios-que-ecoam-corpos-dinamica-e-campo-gravitacional-da-cultura-do-estupro/).

Dados

Na obra de, além dos relatos, a jornalista e escritora apresenta dados para ilustrar o crescimento do número de casos de estupro no país. Segundo informações do Anuário de Segurança Pública 2017, no Brasil foram registrados mais de 49 mil casos de estupro durante o ano e estima-se que essa cifra possa corresponder apenas a 10% dos casos que realmente aconteceram, já que a violência sexual é o crime com maior número de subnotificações no mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Vereadores de Petrolina são convocados para discutir Reforma Administrativa da Casa Plínio Amorim

Na sessão realizada nesta terça-feira (13), o presidente da Mesa Diretora Osório Siqueira …