Jair Bolsonaro diz que vai criar o “13º do Bolsa Família”

0

O presidente nacional do PSL, Gustavo Bebbiano, afirmou nesta quarta-feira (10) que, se eleito, o presidenciável do partido, Jair Bolsonaro, vai implementar um 13º salário para os beneficiários do programa Bolsa Família. Segundo o dirigente do PSL, a proposta estava prevista no plano de governo de Bolsonaro, mas foi a ideia foi confirmada definitivamente “agora”.

O plano de governo do PSL não trata de concessão de 13º salário ao Bolsa Família, mas propõe “modernização e aprimoramento” do programa e do abono salarial “com vantagens para os beneficiários”.

No mês passado, o candidato a vice na chapa de Bolsonaro, general Hamilton Mourãocríticou o 13º salário e o abono de férias durante uma palestra na Câmara de Dirigentes Lojistas de Uruguaiana (RS). Na ocasião, Mourão disse que os dois direitos trabalhistas – que ele classificou de “jabuticabas brasileiras” – são “uma mochila nas costas de todo empresário”, referindo-se a um peso para a iniciativa privada.

Diante da repercussão negativa da declaração de Mourão, Bolsonaro veio a público, durante o período em que estava internado em um hospital após ser vítima de um ataque, para desautorizar as falas do colega de chapa.

Na semana passada, entretanto, o vice de Bolsonaro voltou a criticar o benefício dos trabalhadores, ressaltando que tem empresa que fecha por não conseguir pagar o 13º e que o próprio governo enfrenta dificuldades, pois já chegou no limite e não pode mais emitir títulos sem entrar na chamada regra de ouro. De acordo com Mourão, se as pessoas recebessem o salário “condignamente”, poderiam economizar e teriam mais no final do ano.

Ao falar com jornalistas nesta quarta após uma visita ao presidenciável do PSL no Rio de Janeiro, Gustavo Bebbiano afirmou que a proposta de estender o 13º salário ao Bolsa Família foi uma ideia de Mourão.

“Essa é uma notícia que a gente não iria divulgar agora, mas o capitão [Bolsonaro] decidiu que seria assim. É uma proposta que foi costurada, desenhada e pensada pelo general Mourão, que é a implementação de um 13º do Bolsa Família”, disse o presidente do PSL.

“O Bolsa Família é pago em 12 parcelas, e nós vamos incluir no plano de governo o pagamento do 13º em dezembro”, complementou.

Bebbiano não deu muitos detalhes sobre como funcionaria o 13º para o Bolsa Família, porém, adiantou que, talvez, o benefício extra aos beneficiários do programa de transferência de renda seria pago em novembro e dezembro, “talvez em duas parcelas”. “Mas isso o Paulo Guedes vai definir no momento certo”, acrescentou o presidente do PSL. (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Em Petrolina, final de semana será ensolarada com temperatura próxima dos 35º, aponta previsão do tempo

Esse final de semana promete ser de sol com muitas nuvens, em Petrolina, e não chove. A in…