II Mutirão de Microcefalia é realizado com sucesso pela UPAE/IMIP de Petrolina

0
Com o objetivo ampliar a assistência às crianças com síndrome congênita do Zica (SCZ/microcefalia) foi realizado, nesta sexta-feira (13), o II Mutirão de Microcefalia promovido pela Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMIP) em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco. A iniciativa tem 
 
Foram oferecidos exames radiológicos e consultas diagnósticas com o ortopedista Epitácio Leite, do Recife. O profissional é referência em ortopedia pediátrica no país e é o responsável pelas cirurgias ortopédicas que estão sendo realizadas neste público. O médico também realiza a infusão de toxina botulínica para tratar a rigidez muscular das crianças com a doença.
 
O mutirão abrangeu toda a IV Macrorregião de Saúde. “Acreditamos que esse acompanhamento ortopédico pode, inclusive, fornecer os instrumentos necessários para que essas crianças possam conseguir andar ou desenvolver melhor os seus movimentos. Conseguimos ampliar o mutirão para as crianças com síndromes raras e isso nos deixou muito felizes”, ressaltou a apoiadora das unidades de saúde estaduais em Petrolina, Teresa Silva.
 
Os pais não mediram esforços para garantir a avaliação. Maria da Paz de Souza Pereira, por exemplo, veio de Ouricuri com Emanoel Heitor de Souza, de 1 ano e 5 meses, para a sua primeira consulta com um ortopedista. “Já faço o acompanhamento dele no município, mas não poderia perder essa oportunidade de passar com ele em um dos melhores médicos do Brasil”, confessou.
O sentimento de conquista foi compartilhado pelas mães presentes, que aproveitaram para trocar experiências. “São momentos importantes, que nos fortalecem e renovam as nossas esperanças. Por meu filho vou até o fim do mundo e faço o que for preciso”, revelou Maria de Socorro Pereira, que é mãe do Rafael da Silva, de 2 anos e 8 meses –  primeiro paciente de microcefelia acompanhado pela UPAE.
 
A Unidade de Petrolina foi escolhida para sediar o evento por oferecer o espaço mais adequado às crianças e seus acompanhantes. Além disso, a UPAE já realizou um mutirão em 2016 e é a principal referência em reabilitação e estimulação precoce de crianças com microcefalia no sertão do estado. “Acho que o presente é todo nosso de poder realizar um evento tão importante bem no mês do nosso aniversário. O sentimento é de gratidão pela confiança e de compromisso com a população que precisa dos nossos serviços”, destaca a coordenadora geral, Grazziela Franklin.
 
Ao total, 33 crianças foram atendidas e todas saíram com os encaminhamentos necessários, inclusive com indicação de cirurgia e consultas marcadas com neuropediatras, entre outros especialistas. “O saldo foi muito positivo”, avaliou Dr. Epitácio ao final do mutirão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

‘Canibais de Garanhuns’ são condenados

Após dois dias de julgamento dos “canibais de Garanhuns”, foram anunciadas as sentenças do…