Ibó (BA): Família e comunidade desmentem versão da polícia sobre morte de agricultor

1

Policiais Militares do 20º BPM, sendo lotada em Paulo Afonso (BA) relatam que um homem conhecido como Jair Caen da Silva, agricultor, vinha praticando assaltos na BR-116 e estaria transitando no Ibó (BA) e na última sexta (30), deram voz de abordagem ao suspeito que resistiu, começando a efetuar disparos de arma de fogo contra os militares.

A equipe teria revidado à ação atirando contra o mesmo, que estaria em posse de uma pistola prestando socorro até o hospital de Abaré (BA), mas Jair não resistiu vindo a óbito.

Comunidade e família desmentem versão da polícia

A comunidade e a família acusam a polícia de execução, ou seja, de que a vítima era inocente, não estava armada, contestando assim a versão dos policiais, e solicitam uma investigação minuciosa do Comando da Polícia Militar.

Os moradores alegam que a PM faz ameaças a população, se caso comentem algo sobre o ocorrido e que a vítima foi assassinada “de maneira fria e perversa”.

Eles ressaltam que o agricultor teria sido abordado 10 minutos antes da prática do crime na cidade e nenhuma ilegalidade teria sido comprovada, sendo levado na viatura momentos depois e morto com três tiros, em uma comunidade rural.

O velório e sepultamento de Jair foram marcados pela comoção de parentes e da população, além da participação de autoridades do município, como prefeito e vários vereadores.

Informações repassadas ao Blog revelam que o Comando maior da polícia está apurando o caso e deve ouvir os envolvidos.

1 Comentário

  1. O Comanche

    2 de dezembro de 2018 em 19:16

    Ah tá bom. Até aqui em São Paulo chegava as notícias desse assalto.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Polícia aponta segurança como autor da morte de cachorro no Carrefour

O segurança da loja foi responsável pela agressão que resultou na morte do cãozinho ‘…