Governador diz ser impossível cumprir meta fiscal

0

camara86

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), disse ser “impossível” cumprir a meta estabelecida pelo Governo Federal para o superávit primário deste ano em função da queda na arrecadação provocada pelo fraco desempenho da economia. Segundo Câmara que esteve reunido com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, para pedir uma revisão Plano de Ajuste Fiscal (PAF), “as receitas estão crescendo muito abaixo de qualquer previsão feita em 2014. É impossível cumprir a meta”. A meta perseguida pelo Estado é de R$ 225 milhões.

Segundo o secretário da Fazenda estadual, Márcio Stefanni, Pernambuco deverá apresentar ao ministro uma proposta relativa á revisão do PAF até a próxima semana. “O Governo Federal deve, até meados de julho, ter uma visão geral do que está acontecendo em todos os Estados para ver o que é possível fazer de acordo com a realidade”, observou o governador.
Segundo ele, o baixo crescimento da economia impactou as projeções, como a da receita gerada pelo ICMS, que era de 8%. Nos primeiros cinco meses do ano, contudo, este índice foi de apenas 3,8%. “Estamos analisando ponto a ponto porque quando a receita cai fica mais difícil cumprir a meta”, observou Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Brasil assina Tratado para Proibição de Armas Nucleares

O Brasil assinou hoje (20) o Tratado para Proibição de Armas Nucleares. O presidente Miche…