Gonzaga Patriota debate Reforma Política em audiência pública

1

gonzaga

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) participou, nesta sexta-feira (24), da audiência pública que tratou sobre Reforma Política. O evento aconteceu na Câmara de Vereadores de Petrolina e contou com a presença do deputado federal Tadeu Alencar (PSB). Ele é o único pernambucano titular da Comissão da Reforma Política no Congresso.

A audiência foi convocada por iniciativa dos vereadores Elena Alencar (PSB), Osório Siqueira (PSB) e Alvorlande Cruz (PRTB). Prefeitos, vereadores, secretários municipais, dirigentes partidários, sindicais e estudantis de várias cidades do Sertão do estado participaram da discussão sobre as mudanças necessárias no sistema eleitoral e partidário do Brasil.

Em sua fala, Patriota defendeu alguns itens dentro da Reforma Política: unificação do calendário eleitoral; mandato de cinco anos sem direito à reeleição para o Poder Executivo; proibição de coligação para as eleições proporcionais; cláusula de desempenho – 5% dos votos válidos na eleição para a Câmara dos Deputados; financiamento misto de campanhas eleitorais: público + contribuição de pessoas físicas; manutenção do sistema proporcional para as eleições parlamentares. O parlamentar lembrou que todos esses itens são defendidos também pelo PSB.

Tadeu Alencar, vice-presidente da comissão de reforma política da Câmara dos deputados, considerou um avanço importante à aprovação do voto distrital no Senado Federal. De autoria do senador José Serra (PSDB-SP), o texto atinge diretamente os vereadores de municípios com mais de 200 mil eleitores. No entendimento do parlamentar, o atual sistema proporcional têm imperfeições que precisam ser aprimoradas.

“Eu vejo com muito boa expectativa o fato do voto distrital passar a ser uma cogitação efetiva do Congresso Nacional”, avaliou.

Ele ainda ressaltou a importância dessa audiência pública:

“Esse momento é importante para que a gente possa colher sugestões, possa ouvir os partidos, a sociedade, os poderes, enfim a sociedade de Petrolina e do Sertão do São Francisco pra que a gente possa levar esse sentimento para a comissão especial da reforma”, destacou.

1 Comentário

  1. Rafael

    25 de abril de 2015 em 09:43

    Essas propostas de reforma política criada por estes senhores é uma verdadeira piada, um fiasco, só vai servir para beneficiar a eles mesmos (os políticos), aonde eles iriam criar leis, mudar o atual sistema eleitoral e político para prejudicar a eles mesmos? Uma reforma política que beneficie a população só será possível quando a própria população for a autora e principal atriz e personagem desta reforma!
    Vide o projeto das terceirizações que só servirá para fins eleitoreiros, criar mais cargos comissionados no poder através das locadoras de mão-de-obra que irão para os apadrinhados e militantes dos partidos da situação, oposição e aliados!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Temer assina decreto para facilitar atendimento em órgãos públicos brasileiros

O presidente Michel Temer editou, na última segunda-feira (17), o Decreto 9. 094 que simpl…