Fernando Filho vai propor debates sobre a redução da maioridade penal

1

filho

Representantes da Juventude Socialista Brasileira (JSB) reforçaram a posição contrária em relação à redução da maioridade penal, nesta quinta-feira (23), em encontro com o líder do PSB na Câmara, Fernando Coelho Filho. O líder se comprometeu a realizar uma série de debates com a Bancada do PSB na Casa para fechar posição sobre o tema até sua votação em Plenário.

A Câmara analisa a Proposta de Emenda a Constituição (PEC nº 171/93) que diminui a maioridade penal em Comissão Especial instalada no último mês. O colegiado tem o prazo de 40 sessões para encaminhar a proposta ao Plenário. Até lá, o líder do PSB espera conseguir consenso da maioria da bancada na Casa. “Não queremos forçar posições, mas mostras dados que comprovem que a redução da maioridade penal não resolverá o problema da violência no Brasil. Está é uma bandeira do partido socialista e espero que possamos chegar a um ponto comum”, argumentou Fernando Coelho.

O secretário nacional da JSB, Tony Sechi, defendeu que sejam pensadas outras soluções para resolver a questão da violência praticada por menores, como a reestruturação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) para crimes hediondos. “O País precisa, na verdade, de políticas públicas de educação para juventude”, afirma Sechi. Também estava presente no encontro o presidente nacional da JSB, Douglas Alves.

Atualmente o ECA, que regulamenta a responsabilidade penal de menores de 18 anos, determina que os adolescentes de 12 a 17 anos podem responder por atos infracionais (crimes ou contravenções), como roubo e homicídio.Neste caso, aplicam-se medidas socioeducativas, que podem ir de advertência à internação por até três anos para os crimes mais graves, como homicídio.

1 Comentário

  1. Edy

    24 de abril de 2015 em 14:26

    Por estas e outras escolhas, como a da aceitação na terceirização que deixo de apoiar Fernando Filho.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

“Foi uma vitória dos trabalhadores que confiaram seu voto na chapa 2”, declara Simone Paim

Após a disputa acirrada das eleições para a presidência do Sindicato dos Assalariados e As…