Estado cede e professores voltam

1

profess

Em assembleia realizada nesta segunda-feira (4), os professores da rede estadual de ensino decidiram suspender a paralisação deflagrada no último dia 10, mas mantiveram o estado de greve. Nas falas e discursos proferidos no encontro, a direção do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) destacou as negociações feitas na reunião mais recente com o Governo do Estado, que ocorreu na última sexta (1º).

Um dos acertos, segundo a categoria, foi que os grevistas terão de volta tudo o que foi descontado nos dias de greve. Na próxima sexta-feira (7), está marcada uma nova reunião com a Secretaria de Educação para a reposição das aulas perdidas. Já as discussões financeiras devem ocorrer no dia 15 de maio. Os docentes são contra o reajuste salarial de 13,01% apenas para os profissionais da base da carreira. Outra assembleia será realizada no dia 21.

Balanço
Nesta segunda-feira, 63% (658) das escolas não tiveram as atividades paralisadas, enquanto 33% (342 unidades) foram afetadas parcialmente pela greve. Outras 45 (4%) aderiram totalmente ao movimento.

Do Blog da Folha

1 Comentário

  1. Rafael

    5 de maio de 2015 em 15:41

    O estado não cedeu nada quanto ao principal ponto reivindicado que é o aumento de 13,01% para todos os profissionais da categoria, a única coisa que eles cederam foi o perdão para não cortar o ponto dos grevistas e não transferir os que seriam transferidos!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Semana da Pessoa Com Deficiência tem início nesta terça-feira (22) em Petrolina

Com o objetivo de promover a inclusão e a cidadania, começa nesta terça-feira (22), a Sema…