Equipe de Serviço Social alerta sobre os riscos de queimaduras durante os festejos juninos

0

equipe

A equipe do Serviço Social da Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMIP) realizou uma atividade educativa com os pacientes do serviço ambulatorial, que teve como objetivo orientar sobre os riscos de queimaduras durante os festejos juninos.

Além de dicas para evitar acidentes, principalmente com crianças, as pessoas foram informadas sobre o que fazer diante de uma queimadura. “É uma prática da unidade de saúde desenvolver essas ações educativas. Desse modo, buscamos trabalhar com a prevenção e a orientação”, esclarece a coordenadora do Serviço Social, Nazaré Cunha.

O trabalho educativo, com palestras e entrega de panfletos, teve como base as informações abaixo:

Prevenção

Os acidentes típicos do mês de junho, que envolvem fogueiras e fogos de artifício, podem ser evitados com alguns cuidados simples como: não carregar bombinhas no bolso; nunca acender rojões próximos ao rosto; não reaproveitar bombinhas ou rojões que falharam; prender o rojão em uma armação e afastar-se na hora de acender; não associar bebida alcoólica ao uso de fogos e manter as crianças a uma distância segura das fogueiras e do disparo de fogos.

Além disso, os adultos ou responsáveis devem ficar atentos às recomendações dos fabricantes de fogos, evitando comprar os de fabricação caseira ou clandestina. Vale ressaltar que não se deve soltar fogos perto de hospitais, sob copas de árvores ou perto de fiações elétricas; como também nunca apontar para pessoas e verificar se não existem materiais combustíveis nas proximidades.

Primeiros Socorros

Se não for possível evitar os acidentes, mesmo com a prevenção, é importante saber que, no geral, existem três tipos de queimaduras que exigem cuidados diferenciados. Tanto no caso da de primeiro grau, em que a pele fica avermelhada, quanto na de segundo grau, em que há formação de bolhas e a dor é mais intensa, e de terceiro grau, mais grave, é aconselhável lavar a região afetada em água corrente por pelo menos cinco minutos para esfriar a pele, e, em seguida, buscar atendimento médico imediato.

O paciente queimado não deve remover, por conta própria, tecidos, pólvora, papel ou qualquer objeto que estiver grudado na pele, para não piorar a lesão. Só o médico saberá como fazer isso da melhor forma. Outras dicas importantes são: nunca furar as bolhas, não tocar a área afetada e jamais usar gelo, manteiga, pomadas, borra de café, clara de ovo, creme dental ou qualquer outro produto doméstico. Esse tipo de ação pode piorar a lesão ou causar infecções muito graves.

Em caso de acidente grave

Em caso de acidente grave com queimadura, deve-se entrar em contato com SAMU (192) ou Corpo de Bombeiros (193). Os serviços têm como finalidade prestar o socorro à população em casos de emergência. Funcionam 24 horas, todos os dias da semana e a ligação é gratuita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Papa Francisco apoia Pacto Mundial para a Migração

O papa Francisco expressou, neste domingo (16), seu apoio ao Pacto Global para a Migração,…