Em palestra remunerada em PE, Lula enaltece governo

0

lu

Convidado pelo Grupo Petrópolis, o ex-presidente Lula (PT) ministrou nesta sexta-feira (17), em Itapissuma, a 45km do Recife, uma palestra remunerada durante inauguração da Fábrica da Itaipava. Acompanhado do líder do PT no Senado, Humberto Costa, o petista falou durante meia hora e pontuou o cenário da economia nacional e ações do governo do PT.

O ex-presidente comentou o pessimismo dos brasileiros e enfatizou sua contribuição para o Nordeste na época que foi chefe do Executivo. “A vida é construída a partir das coisas que a gente tem, da crença que a gente tem (…). Este estado aqui e o Nordeste brasileiro tiveram uma chance de se apresentar e tiveram uma chance no meu governo. Quem é que aqui lembra que o Nordeste não aparecia na imprensa?”, questionou.

Lula ressaltou a importância de programas do Governo Federal como o Bolsa Família. “Foi graças ao Bolsa Família que as crianças voltaram a comer”, e revelou valores que o governo não arrecadou ano passado. “R$ 113 milhões o governo deixou de arrecadar em 2014 para fazer desoneração. É por isso que tem ajuste. Qualquer economista sabe, qualquer dona de casa sabe, o Paulo (Câmara) sabe que no Estado tem que fazer ajuste e mesmo sendo governador, se a economia desandar, ele tem que fazer um ajuste, porque o estado não pode gastar mais do que se arrecada”, reconheceu.

Ainda sobre economia, o líder do PT assumiu os ajustes que o governo Dilma Rousseff (PT) está fazendo. “E nós agora estamos fazendo um ajuste e tem um clima de pessimismo das pessoas. Vejo as pessoas dizendo que a Petrobras acabou, e a Petrobras não só acabou, como as ações cresceram de janeiro para cá, 50%”, garantiu.

Um dos alvos da corrupção, Lula continuou enfatizando a estatal Petrobras e o crescimento da retirada do petróleo no país. “Foi preciso 30 anos para o Brasil tirar 700 barris de petróleo e depois do pré-sal, já tiremos 750 barris”, comparou.

Para Lula, o potencial do Brasil é elevado principalmente pelas empresas e pelo setor industrial atual. “Quem acha que esse país vai acabar não conhece o potencial do país. Tem a refinaria de Pernambuco, do Ceará (…). Eu nunca imaginei que o Nordeste fosse ter empresa naval, refinaria, polo petroquímico e isso aconteceu porque começou a entrar dinheiro e o milagre foi que o pobre deixou de ser problema e passou a ser solução”, destacou.

Outro assunto abordado pelo ex-presidente foi à corrupção ligada a Petrobras, um dos motivos de protestas da sociedade durante as manifestações. “Se tem problemas na Petrobras prendam quem roubou. Prendam, mas não podemos confundir o que está acontecendo com as algumas pessoas e com o potencial do nosso país”, disse.

Antes de finalizar a palestra Lula comentou o aumento do número de alunos universitários nos últimos 12 anos, fazendo referência do Prouni e disse que tudo é possível na política. “Quem convive comigo na política sabe, não tem uma coisa que não é possível fazer”, afirmou, elogiando o Grupo Petrópolis em nome de seu presidente, Walter Farias e relembrando as parcerias feitas com ex-governador Eduardo Campos. “Vocês sabem o quanto eu e Eduardo fizemos juntos. Eu nunca enxerguei a cara do governador, eu enxerguei a cara do povo daquele Estado”, ressaltou.

FONTE: IG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Dois homens sofrem tentativa de homicídio em Petrolina

Na noite desta quinta-feira (19), duas tentativas de homicídio foram registradas em Petrol…