Deputado entra com ação contra transexual crucificado

1

homo

O deputado Rodrigo Delmasso (PTN-DF), evangélico da igreja Sara Nossa Terra, protocolou uma ação no Ministério Público Federal contra o ato de intolerância praticado pelo transexual Viviany Beleboni durante a Parada do Orgulho LGBT.

A imagem do transexual em uma cruz com uma placa com os dizeres “Basta de Homofobia”, lembrando Jesus Cristo crucificado, causou constrangimento e foi duramente criticada nas redes sociais.

O ato do transexual foi alvo de críticas de líderes como o deputado Marco Feliciano, presidente da igreja Assembleia de Deus Catedral do Avivamento, o senador Magno Malta e o líder da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, pastor Silas Malafaia.

As criticas nas redes sociais são principalmente por conta do uso de dinheiro público para patrocinar o evento na Avenida Paulista. Além da Prefeitura de São Paulo, o evento é patrocinado pela Caixa Econômica Federal, pela Petrobrás e pelo Governo Federal.

Viviany Beleboni disse em entrevista que sua analogia é que os homossexuais também são crucificados pela sociedade e que ao se comparar com Jesus estaria mostrando que ele também foi rejeitado, assim como os LGBTs.

Ao justificar o uso da imagem de Cristo em sua manifestação, o transexual afirmou que foi uma espécie de resposta a campanha promovida pelo pastor Silas Malafaia contra a empresa de cosméticos O Boticário.

“A religião, principalmente a evangélica, está fazendo muita coisa contra a felicidade da gente, como o caso da Boticário, criando grupos para ‘descurtir’ o vídeo da propaganda. Eles não estão querendo aceitar o que realmente existe. Então me veio essa ideia de ir dessa forma religiosa, tipo Madonna…  Sei que irei chocar um pouco, mas o povo brasileiro só dá atenção dessa maneira”, afirmou.

Além do deputado Rodrigo Delmasso se espera a entrada de outras ações no MP contra a encenação na parada gay.

1 Comentário

  1. Rafael

    10 de junho de 2015 em 14:36

    Acho ridículo esse vitimismo pregado pela classe LGBT. Querem respeito mas não respeitam os outros!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Curso de Oratória está com inscrições abertas em Petrolina

Chega a nossa região um dos melhores cursos de oratória ministrado hoje no país, o renomad…