Defesa de autor de facada culpa discurso de ódio de Bolsonaro por ataque em Juiz de Fora

0

A defesa de Adélio Bispo de Oliveira alega que o discurso de ódio do candidato Jair Bolsonaro (PSL) motivou o ataque contra ele na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais. Para o advogado Zanone Manuel de Oliveira Júnior, declarações do presidenciável afetaram a “psique” do seu cliente.

“O discurso de ódio do candidato que na verdade é vítima causou a atitude extremada do nosso cliente”, declarou o advogado após a audiência de custódia realizada nesta sexta-feira (7). Ele lembrou comentários de Bolsonaro sobre uma comunidade quilombola na qual o candidato disse que os moradores do local não serviriam “nem para procriador”.

“Aquela declaração do candidato de que negro não servia nem para procriar atingiu a psique de nosso cliente. Vamos requerer que um incidente de insanidade mental seja instaurado”, comentou o advogado. Neste sábado (8), Adélio foi transferido para um presídio federal no Mato Grosso do Sul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Bolsonaro chega a Brasília para dois dias de reuniões

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, chegou agora de manhã a Brasília para uma série de re…