Cúpula do PSB chega a consenso e adia fusão com PPS

0

Psb

O encontro da cúpula nacional do PSB em São Paulo para o casamento do deputado estadual paulista Caio França, filho do vice-governador do Estado, Márcio França, selou o adiamento do processo de fusão com o PPS. O PSB paulista, que era o principal interessado na união, foi convencido pelo governador Paulo Câmara a deixar a questão para depois das eleições municipais de 2016.

Inicialmente, a ala pernambucana do PSB era favorável à fusão, mas voltou atrás diante da perspectiva de reduzir a autonomia dentro da sigla, principalmente para a cúpula paulista. Entre os argumentos para a desistência está o de que a fusão sujeitaria o partido a perder quadros sem ganhar novos filiados.

Além do núcleo pernambucano, outros diretórios estaduais demonstraram insatisfação com a proposta, como Maranhão, Bahia e Paraíba. A cúpula refez as contas e concluiu que não tinha ampla maioria dos diretórios apoiando a fusão com o PPS.

Esta é a terceira tentativa do PPS de se unir a outro partido. Primeiro, a sigla tentou aliar-se com PHS e PMN, em 2006. Em 2013, a união com o PMN naufragou. O “casamento” com o PSB parece que seguirá o mesmo caminho. (NE10).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Casal Garotinho é acusado dos crimes de organização criminosa e corrupção

As prisões do ex-governador do Rio Anthony Garotinho e de sua mulher, a também ex-governad…