Conselho Municipal de Juventude de Petrolina Promove encontro Contra a Redução da Maioridade Penal

1

conselho

Nesse fim de semana, um encontro promovido pelo Conselho Municipal de Juventude de Petrolina, marcou o inicio ao movimento da luta contra a redução da maioridade penal. A reunião aconteceu na praça das sementeiras onde vários movimentos que desenvolvem ações para juventude puderam expressar seus pontos de vista ,para se tomar posição de como fazer o levante contra a PEC que pode mudar os rumos do país e conseqüentemente os rumos do município. Entre os movimentos presentes estavam: Levante Popular da Juventude, Zona Break, Grupo de Capoeira Bando Maré Mansa, JPT, MST, PJMP e Associação de moradores do Dom Avelar

Os jovens colocaram suas opiniões sobre a redução da maioridade penal e o efeito que isso pode causar nas diversas conquistas até hoje para as politicas para juventude a exemplo do Estatuto da Juventude recém-criado no Brasil.

Segundo o secretário de juventude,Robson Rocha, a proposta é levar o conhecimento em todos os cantos da cidade e esclarecer a população que ser a favor da redução da maioridade penal é um erro, isso de acordo com o secretário. “ É um retrocesso constitucional adotar a lei da maioridade penal. Para os conselheiros o debate é fundamental é impedir a morte da juventude e não é colocando a juventude na cadeia que vamos reduzir a violência no nosso país” finalizou.

1 Comentário

  1. Marcelo Cancão

    18 de maio de 2015 em 19:11

    Reduzir a maioridade penal não vai colocar a juventude na cadeia, vai colocar os delinquentes acima de 16 anos. A certeza da impunidade e a falta de “n” políticas públicas têm nos tornado um país cada dia mais violento.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

“Aqui Cada Leitor Vira um Repórter”: Leitor volta a reclamar do abandono ao Parque Municipal de Petrolina

De acordo com o leitor, o Parque Parque Josepha Coelho em Petrolina está abandonado e nada…