Compra investigada

0

Reunião da Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores

A Polícia Federal e o Ministério Público investigam se o dinheiro usado pela filha de João Vaccari Neto na compra de uma casa veio do propinoduto das empreiteiras da Operação Lava-Jato.

De acordo com a revista veja, Nayara de Lima Vaccari comprou a residência por 800 000 reais em Indianópolis, Zona Sul de São Paulo, quando terminava a residência em medicina em outubro de 2013. Ela utilizou seis cheques administrativos para pagar os antigos proprietários. No mesmo dia em que ela comprava a casa, a tia de Nayara, Marice Corrêa de Lima, que recebia propina para Vaccari no petrolão, transferiu 345 000 reais para a sobrinha e a empresa Arena de Indaiatuba Incoporadora, investigada pelos procuradores, depositou outros 280 000 reais na conta de Nayara.

Dias antes de emprestar dinheiro para a sobrinha, Marice faturou 430 000 reais da OAS, recebidos supostamente pela revenda de um apartamento para a construtora no Guarujá. Os investigadores já constataram que Marice não desembolsou um centavo pelo imóvel nem tinha escritura de posse do apartamento. (Veja).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Governador Paulo Câmara garante que manterá investimentos da Compesa em Petrolina, mesmo com provável saída de Miguel Coelho do PSB

O governador Paulo Câmara (PSB-PE) garantiu que a provável saída do prefeito de Petrolina,…