Com a saída de Orlando Tolentino, aumenta número de assessores do prefeito Miguel Coelho na Câmara de Vereadores

1

Com a saída de Orlando Tolentino, que fazia parte da assessoria do Governo Municipal na Casa Plínio Amorim, aumentou o número de assessores especiais do prefeito, que acompanham as sessões sejam elas polêmicas ou não.

Agora, Tales Kallil, Jorge Assunção, Rafael Oliveira, ex-diretor-presidente da AMMA e um deles que não foi identificado pela nossa reportagem, formam a nova composição de assessores.

1 Comentário

  1. JONAS DIAS GOMES

    13 de março de 2018 em 21:36

    É Duro, o prefeito gasta dinheiro público com assessores para vigiar os vereadores. É por isso que esse país não tem mais jeito.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Justiça determina que Palocci pague multa de RS 40 milhões

A Justiça Federal determinou que Antonio Palocci pague multa de US$ 10.219.691,08 (cerca d…