Bolsonaro diz que mulher deve ganhar salário menor porque engravida

5

bolsonaro

O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) deu uma entrevista recente ao jornal gaúcho Zero Hora, dizendo que pensa diferente. Para ele, eleito com o maior número de votos nas últimas eleições, não é justo a mulher ganhar igual ao homem, já que ela engravida.

“Eu sou liberal. Defendo a propriedade privada. Se você tem um comércio que emprega 30 pessoas, eu não posso obrigá-lo a empregar 15 mulheres. A mulher luta muito por direitos iguais, legal, tudo bem. Mas eu tenho pena do empresário no Brasil, porque é uma desgraça você ser patrão no nosso país, com tantos direitos trabalhistas. Entre um homem e uma mulher jovem, o que o empresário pensa? “Poxa, essa mulher tá com aliança no dedo, daqui a pouco engravida, seis meses de licença-maternidade…” Bonito pra c…, pra c…! Quem que vai pagar a conta? O empregador. No final, ele abate no INSS, mas quebrou o ritmo de trabalho. Quando ela voltar, vai ter mais um mês de férias, ou seja, ela trabalhou cinco meses em um ano”, disse Bolsonaro.

Em resposta ao jornalista, que perguntou qual seria a solução, o deputado continuou: “Por isso que o cara paga menos para a mulher! É muito fácil eu, que sou empregado, falar que é injusto, que tem que pagar salário igual. Só que o cara que está produzindo, com todos os encargos trabalhistas, perde produtividade. O produto dele vai ser posto mais caro na rua, ele vai ser quebrado pelo cara da esquina. Eu sou um liberal, se eu quero empregar você na minha empresa ganhando R$ 2 mil por mês e a Dona Maria ganhando R$ 1,5 mil, se a Dona Maria não quiser ganhar isso, que procure outro emprego! O patrão sou eu”.

“Mas aí a mulher se ferra porque engravida?”, questionou o entrevistador. “É liberdade, pô. A mulher competente… Ou você quer dar cota para mulher? Eu não quero ser carrasco das mulheres, mas, pô… “, finalizou. (DCM).

5 Comentários

  1. Marivaldo

    18 de abril de 2015 em 19:15

    O cara é muito preconceituoso, acredito que ele teve muitos votos, mas foi de pessoas que pensam como ele. Agora a quantidade de direitos que ele tem na Câmara Federal, ele ainda acha pouco. Será que ele não pensa na mãe dele que engravidou e gerou esse ser que deprecia as mulheres e outros preconceitos sociais?

    Responder

  2. Rafael

    19 de abril de 2015 em 01:26

    Interessante que existem um monte de babacas iguais a ele que ainda o defendem! Isso é discriminação, os direitos são iguais para homens e mulheres, logo não deve haver diferenciação de pagamento de salários não!

    Responder

    • Pacato Cidadão

      19 de abril de 2015 em 19:36

      Interessante que tem um monte de babacas que acreditam “ipse literis” numa matéria dessa. Tem muito ser humano que deveria ter nascido piolho.

      Responder

      • Rafael

        20 de abril de 2015 em 09:50

        Pacato cidadão, não duvido nada que este senhor tenha mesmo dito isto! As mulheres sempre foram discriminadas pela sociedade machista e sexista durante toda a existência do ser humano, os direitos são iguais e a mulher não deveria receber salários inferior ao do homem só por que engravida! O direito a licença maternidade é um direito das mulheres que foi conquistado depois de tantas lutas, de tanto sangue e lágrimas derramados! A posição dele foi infeliz ao dizer que o trabalhador tem direitos demais, é sinal que qualquer coisa que venha contra os direitos do trabalhador ele será a favor! Você apoiaria alguém que é contra os direitos do trabalhador, dos seus direitos?

        Responder

  3. CHICO

    19 de abril de 2015 em 06:28

    acho ele um mal necessario,votaria nele.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Polícia Federal faz operação contra venda de anabolizantes em seis estados

A Polícia Federal realiza esta sexta-feira (23) uma operação para desarticular três grupos…