Anvisa suspende venda de Dexadoze devido a substância fabricada sem autorização

0

remedio

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a suspensão da venda do medicamento Dexadoze, do Laboratório Teuto Brasileiro. Feito com piroxidina, o produto é indicado como anti-inflamatório, antiálgico e antineurítico. Segundo a Anvisa, uma auditoria constatou que a pirodixina contida no remédio era fornecida por um fabricante não autorizado.

A agência reguladora constatou também que o medicamento não mantinha o padrão de qualidade durante o prazo de validade aprovado. Em nota à Agência Brasil, o Laboratório Teuto Brasileiro informou que está tomando as medidas cabíveis perante os órgãos reguladores e colocou à disposição dos consumidores o número 0800 62 1800 para solucionar dúvidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Simpósio promove diálogo sobre doação e transplante de órgãos com estudantes e profissionais da saúde

Em seu terceiro ano consecutivo, o Simpósio “O Processo Doação e Transplante de Órgãos”, p…