Adab aperfeiçoa fiscalização de agrotóxicos na Bahia

0

agrotoxicos
A implantação da plataforma de agrotóxicos no Sistema Informatizado da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), vinculada à Secretaria Estadual da Agricultura (Seagri), já é uma realidade na Bahia. Em fase de homologação, a inserção desta nova ferramenta tecnológica irá proporcionar melhorias para o Serviço de Defesa Sanitária Vegetal do Estado, com maior agilidade e facilidade aos processos de fiscalização do uso e comércio de agrotóxicos, a exemplo da solicitação de registro de produtos, cadastro de revendas e monitoramento dos receituários agronômicos emitidos.

A nova plataforma foi apresentada á diretoria da Agência em uma reunião na sede em Salvador, com a explanação da evolução do Sistema Informatizado ao longo dos anos, deixando de ser físico e manual, para se tornar totalmente virtual e tecnológico. De acordo com os responsáveis pela expertise agronômica, Alessandro Oliveira e André Loula Tôrres, a Bahia já é pioneira no Brasil na emissão do documento que permite o trânsito de produtos vegetais de forma eletrônica, a Permissão de Guia de Trânsito Vegetal (PTV), que concede maior controle fitossanitário do trânsito em tempo real. “Agora inovamos com o Módulo de Agrotóxicos, trazendo mais confiabilidade para o Serviço de Defesa Sanitária Vegetal do Estado, que terá uma base de dados mais completa, além de reduzir tempo e custos com impressão e envio de documentos”, disse o engenheiro agrônomo, Alessandro Oliveira.

Com esta ferramenta, as revendas vão solicitar e renovar cadastro na Adab, além de abastecer com informações de estoque dos produtos, podendo utilizá-la como sistema de controle totalmente gratuito. As empresas vão solicitar o registro de produtos e os responsáveis técnicos (RTs) vão informar os receituários emitidos. “A funcionalidade dessa nova tecnologia vai beneficiar todos os elos da cadeia, podendo ser acessada de qualquer lugar do mundo, bastando ter acesso à internet. A co-participação dos envolvidos torna o trabalho da Adab ainda mais eficiente”, acrescentou o diretor de Defesa Sanitária Vegetal, Armando Sá.

“A defesa agropecuária baiana vem se modernizando ao longo destes últimos anos, inserindo novas tecnologias para oferecer serviço de qualidade ao produtor. Mas ratifico que um dos meus propósitos é modernizar ainda mais os processos de controle e gestão deste órgão tão importante para a agricultura e pecuária baiana”, acrescentou o diretor-geral da ADAB, Oziel Oliveira.
Na reunião também estava presente o assessor da Secretaria de Agricultura, Cláudio Melo, responsável pela inovação e informatização da nova gestão da Seagri, que saiu muito animado com o desenvolvimento tecnológico da defesa agropecuária baiana.

Ascom Adab

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Distritos da zona rural de Juazeiro ficarão sem água a partir de sexta-feira (25)

Os moradores das comunidades de Guanhães e sede do Distrito de Itamotinga, Aroeira, Junco,…