4ª Conferência Municipal da Pessoa com Deficiência discute gênero, raça, orientação sexual e ciclos de vida

0

confe

“Os desafios na implementação da Política da Pessoa com Deficiência: a transversalidade como radicalidade dos Direitos Humanos”. Este foi o tema da 4ª Conferência Municipal da Pessoa com Deficiência, que ocorreu nesta quarta-feira (03/06), no Auditório do SEST/SENAT, em Petrolina.

O encontro reuniu entidades, pessoas com deficiência, familiares e representantes da sociedade civil, do Governo e teve como base os seguintes eixos temáticos: Identidade de gênero, diversidade sexual e geracional; órgãos gestores de instâncias de participação social e ainda interação entre poderes federados.

A conferência teve por objetivo debater a política da pessoa com deficiência por meio de uma abordagem ampla e agregadora, tanto no que se refere às políticas setoriais, quanto no diálogo com outras temáticas relacionadas ao direitos humanos, como gênero, raça, orientação sexual e ciclos de vida.

Após a solenidade de abertura foi realizada uma palestra referente aos três eixos temáticos e em seguida foi feita a divisão de grupos para o debate dos temas, como explicou a secretária executiva de acessibilidade , Rose Andrade. “A palestra magna teve como objetivo provocar as pessoas a pensarem nos temas e estimular os participantes a elaborar propostas” ,pontuou.

Após os debates, ocorreu a votação as propostas e eleitos os delegados que participarão da Conferência Estadual. A 4ª Conferência Municipal da Pessoa com Deficiência é uma realização do Conselho Municipal dos Direitos das Pessoas com Deficiência de Petrolina, em parceria com a prefeitura de Petrolina através da Secretaria de Cidadania e secretaria executiva de acessibilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

“Aqui Cada Leitor Vira um Repórter”: Leitor volta a reclamar do abandono ao Parque Municipal de Petrolina

De acordo com o leitor, o Parque Parque Josepha Coelho em Petrolina está abandonado e nada…